19/06/2017

Tattoo Fine Line e Geometric Style


Estudar moda e trabalhar dentro dessa área me fez buscar constantemente meios de utilizar meu corpo e meu armário como formas de expressão. Seja a frase na camiseta, o estilo e as cores que uso, é tudo uma maneira voluntária - confesso que acredito ser involuntária também  - de construir e pensar a pessoa que eu sou. 
Às vezes a gente esquece que a pele também é nossa roupa e que a vestimos em tempo integral. Não dá para desvalorizar isso. Não sei se é carinho ou se é forma de expressão, talvez uma junção de ambos, mas tatuagens sempre me fascinaram pela beleza e pela voz que elas tem: podem deixar você mais bonito, mais próximo de uma fase da sua vida, de uma pessoa ou até mesmo falar muito sobre você à qualquer um que nela repousar os olhos. 

Bom, deu para entender que eu amo e admiro o que uma tatuagem pode fazer com a gente, né? Então decidi fazer do meu corpo o papel que conta histórias da minha vida e cobrir (aos poucos, tá mãe?) algumas partes dele. Hoje, ao total, eu tenho 10 tatuagens, mas estou escrevendo para vocês especificamente para falar sobre as últimas 3 que são novas por aqui. 


O Fabricio Japaulo da Comics Tattoo é o responsável por elas, trocamos algumas ideias, ele esboçou alguns desenhos, fizemos alguns testes e por fim acabei escolhendo tatuar uma ilustração do Kerby Rosanes, um dos ilustradores mais incríveis que conheço! Estou falando da baleia jubarte com traços geométricos, traço fino e detalhes em pontilhismo que tatuei no braço.

Além dela, eu quis trazer alguns detalhes para a minha "roupa principal" e escolhi fazer dois ramos de rosas bem pequenos e delicados abaixo das clavículas. Não, essa tatuagem não tem significado, mas isso não tira o valor dela, pois ela me faz sentir bonita e isso tem um peso imenso. 


Tem dias que eu realmente acredito que minha vida é uma novela e que é a preferida lá da TV do céu! Juro. Existem coisas tão engraçadas, inusitadas e ao mesmo tempo dramáticas acontecendo o tempo todo por aqui - talvez seja a forma como eu as veja, mas não sei se é completamente ruim viver dentro dessa fantasia -, que eu não consigo deixar de imaginar que um dia vou escrever roteiro de novela mexicana! Anotem aí. Enfim, meu ponto é que eu vivo nessa história, eu moro nela e é dela que eu vou tirar o final feliz de tudo isso, então essa última tatuagem "run away with me" não é para fugir desse mundinho mágico e sim, correr da realidade cruel que nos consome cada vez mais e que nos faz desistir dos nossos sonhos. 


Se você quiser saber mais sobre, clica no play abaixo e confere o vlog do dia onde eu fiz essas três tattoos: 


E aí, gostou? Me conta nos comentários e não esquece de se inscrever lá no canal, ok?

Tattoos por: Fabricio Japaulo
Segue ele no insta: @fabriciojapaulo 
Tattoo Comics: Mariano de Matos, 24, Novo Hamburgo/RS. 


See you soon!

comentários pelo facebook:

1 comentários:

  1. Aaaaai, eu amei, Mari!
    Achei tão lindas e tão significativas. A primeira que vi quando você publicou sobre elas foi a das flores, achei delicado, sofisticado, com um toque vintage, não sei dizer, mas combinou muito com você. A da baleia achei lindíssima, os traços são maravilhosos. Mas até agora a que mais me tocou foi a última, consegui sentir exatamente o que você quis expressar com ela e só consegui imaginar o quão maravilhoso deve ser fugir pro seu mundo haha

    www.ultimobiscoito.com

    ResponderExcluir