26/06/2017

Maquiagem Vegana Produzida no Brasil


Consumir menos é um ato que acaba viciando. Na minha vida, esse processo iniciou na parte do vestuário, mas logo em seguida começou a migrar para outras áreas, chegando finalmente na parte da maquiagem e cosméticos em geral. Atualmente, muitas marcas de beleza levantam a bandeira dos cosméticos naturais, orgânicos e veganos. Em um mundo onde tudo é industrializado, artificial e às vezes nocivo à saúde, esses itens surgem como uma alternativa pra quem quer levar uma vida com menos químicos, não só nos hábitos alimentares e de vestuário, mas também na sua rotina diária de higiene e beleza. 

Gostar de maquiagem não pode ser sinônimo de comprar em excesso, principalmente porque acabamos pensando muito em quantidade e não qualidade. Para algumas pessoas se torna prioridade ter a maior quantidade de bases possível e não apenas uma que cumpre com seus objetivos e se mostra positiva para nossa pele. Essa ideia é muitas vezes disseminada por influencers e é muito triste nos descobrir viciados pela compra de pincéis apenas por que acreditamos que esse é um acessório glamouroso na hora de maquiar. Na maioria das vezes a gente nem sabe qual a função do pincel, mas quer ele para aumentar a "coleção" da qual não fazemos uso. As mãos sempre foram nossos pincéis preferidos e a gente não se dá conta disso, por que o mercado faz você acreditar em outra realidade. 

Enfim, viver com menos me fez apreciar mais os produtos que tenho e consumir somente o necessário se ele for de qualidade. É por isso que eu preparei um post falando sobre 3 marcas brasileiras e com produção local que - na grande maioria dos seus produtos - leva o selo de Vegan

 Baims

A ideia de criar a Baims foi uma consequência do estilo de vida adotado por Luisa Baims Albrecht ao se mudar para Frankfurt e do contato que ela teve com dezenas de marcas de maquiagens orgânicas. Apesar de nascer na Alemanha, a marca conta com sua sede no Brasil e possuem o selo de certificação EcoCert, que garante que o produto é livre de químicas nocivas à saúde e está de acordo com a legislação ambiental e trabalhista. Além desse selo, a Baims ainda recebe a certificação da The Vegan Society e da Peta, provando que os produtos são veganos e não testados em animais. 
Os produtos são formulados e produzidos com exclusividade na Itália e então vêm para o Brasil, onde são finalizados. Um fato curioso é que muitos deles são inspirados em best-sellers de grande marcas. O iluminador, por exemplo, foi concebido à luz do famoso “Soft and Gentle” da MAC. Já os corretivos têm como referência do Touche Eclat da Yves Saint Laurent e o pó translúcido se inspira na NARS.

Bioart

Empresa brasileira pioneira quando o assunto é maquiagem e cuidados faciais, com certificados orgânicos, naturais e livres de qualquer ingrediente de origem animal. A Bioart é de Santa Catarina e é lá onde tudo acontece. Argilas, ingredientes minerais e óleos essenciais são os ativos preferidos de Soraia Zonta, fundadora da empresa. A maquiagem da Bioart é daquelas que se você dormir com ela, não vai te envelhecer ou causar danos como as convencionais. Pelo contrário, os ingredientes são tão bons e benéficos quanto os ingredientes de cuidados faciais. Para encontrar os produtos da marca, é só ir no e-commerce oficial ou em alguma das diversas multimarcas online de produtos de beleza naturais e orgânicos.

Instagram | Site 

(Foto: Dona Organica/Reprodução)

Dona Organica

A marca paranaense traz maquiagens orgânicas com uma apresentação incrível - sim, a louca da embalagem aqui continua surtando quando vê um produto bem embalado - e um preço quase inacreditável pela qualidade que ela oferece. Os batons sólidos estão disponíveis em mais de cinco tonalidades e os acabamentos vão do opaco ao cintilante. Como estes não são veganos, a marca trouxe como alternativa batons líquidos livres de ingredientes de origem animal, bem pigmentados e com acabamento molhado. A Dona Organica também oferece corretivos líquidos e stick em três tonalidades que se adaptam levemente à cor da pele. Os primeiros são mais hidratantes e os segundos mais sequinhos, ambos com cobertura média e acabamento natural. Além disso, traz bronzeadores, blushes, gloss, sombras (tem até preta!) e bases compactas. Os pós, disponíveis em diversas cores, possuem acabamento cintilante e são assados, o que garante mais leveza e um acabamento natural.

Instagram | Site

(Foto: Dona Organica/Reprodução)

E por hoje é isso! See you soon!

comentários pelo facebook:

3 comentários:

  1. Menina adorei seu blog e seu canal, inclusive já comentei por lá também. Mas, queria dizer aqui que adorei as dicas de maquiagem! Estou procurando marcas confiáveis tanto pela responsabilidade social/ambiental como pela própria qualidade e cuidado com a nossa saúde. Ainda não tenho condições financeiras de mudar minhas maquiagens para as marcas veganas, mas fico sempre de olho por que essa mudança já está na minha lista de prioridades assim que eu superar essa crise econômica. Não dá mais para financiar um sistema que é cruel tanto com seus funcionários, quanto com seu entorno social e ambiental, muito menos com o animais que em nada tem a ver com nosso desejo por nos maquiar ou fazer qualquer atividade humana. Enfim, a gente vai se esforçando para minimizar nosso rastros negativos pelo mundo e a buscar só ações e produtos gerados a partir de ações justas e benéficas a nós e ao mundo como um todo. Mudar é preciso! E fico muito contente de ver cada vez mais pessoas querendo mudar nessa mesma direção! Parabéns pelo blog, pelo canal e pela sua iniciativa em mudar o que puder!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm.Amei a reportagem.Sei de algumas marcas brasileiras que não testam em animais e são mais baratas. DAILUS, VULT,O BOTICÁRIO,EUDORA,QUEM DISSE BERENICE por exemplo. Estou sempre olhando a lista da PETA.

      Excluir
  2. Eu não conhecia nenhuma. Já entrei no site das três para saber mais.
    Beijos, Aline
    Verso Aleatório

    ResponderExcluir