04/01/2017

16 coisas que aprendi em 2016

1. Levar a vida de uma forma mais leve. 

Em 2016 eu descobri que nada vale mais do que ter a mente limpa e tranquila, então aproveitei muitos momentos em silêncio ou com conversas mentais, para aprender mais sobre mim e sobre onde eu quero chegar na vida. Essas "certezas" me ensinaram a ter a calma necessária para atingir meus objetivos e a entender que o caminho é longo, mas pode ser incrível. 


2. Debater sem discutir

3. Colocar meus amigos em primeiro lugar

Saber quem realmente está do nosso lado e em quem você pode contar é um dos principais pilares da minha saúde mental. Dessa forma eu não me sinto sozinha jamais, pois sei que sempre terei meus amigos e que eles sempre terão a mim, não importa o que aconteça.  


4. Tudo sobre signos

É, 2016 realmente me ensinou tudo sobre ascendente, lua, mapa astral e toda essas coisas realcionadas a astrologia. Eu curti muito isso, pois acabou virando assunto para conversar com novas pessoas, o que acabou gerando novas amizades muito bacanas. A dica é você saber que um assunto considerado "banal" por muitos, pode ser uma coisa bem gostosa e engraçada de se falar sobre. 

5. Me interessar por política

6. Andar de metrô por Paris

Vai ser para sempre o ano em que eu conheci Paris e isso é uma coisa muito especial na minha vida. ♥ 


7. Ficar sozinha é bom

8. Amar São Paulo e suas possibilidades

São Paulo sempre me acolheu muito bem e não posso negar que eu sou atraída por essa cidade polifônica, que não para, não dorme e não fica em silêncio.


9. Dar valor ao que eu faço

10. Eu faço minha própria alegria

Em 2016 eu passei por algumas experiências que me fizeram perceber que EU sou a ÚNICA responsável pela minha felicidade. Só eu posso fazer com que o meu dia seja um bom dia, ou por exemplo, fazer com que a minha noite seja uma boa noite, como aconteceu em uma balada que fui com algumas amigas recentemente. Sabe aquelas festas onde a galera está meio parada? Ninguém dança, todo mundo parece tímido demais ou preso dentro de uma imagem falsa de "pessoa madura e contida que não quer perder a linha ou ficar suado na balada"? Pois é, até o momento em que eu puxo minhas amigas pelo braço para a frente do palco e começamos a dançar feito doidas. Quando me dou conta, tem muita gente a nossa volta dançando também e essa acabou por ser uma noite incrível e memorável. 


11. Sorte é quando a preparação encontra a oportunidade.

12. Se você quer muito uma coisa, trabalhe por isso, pois você consegue. 

Em 2016 aprendi que eu sou capaz de tudo se eu realmente me esforçar para alcançar isso. Colhi os frutos de todo esse esforço antes do ano terminar: entrar no YouTube NextUp e conquistar mais de 50K inscritos no canal. 


13. Todo mundo tem problemas e não podemos medir seus tamanhos.

14. Ás vezes você gosta muito de alguém e essa pessoa não retribui. É normal, mas eu cansei. 

Também aprendi que existem algumas pessoas que não sabem dar valor as outras, ou que simplesmente encaram você com um único objetivo. Por exemplo, "essa só serve pra me emprestar tal coisa", "essa só serve pra sair uma vez", "tenho preguiça de demonstrar interesse por qualquer coisa em você além do básico". Esse foi um dos piores obstáculos de 2016, pois eu não gosto de desistir das pessoas e eu não sei usar esse botãozinho (que dizem que existe, mas eu nunca achei em mim) que desliga os sentimentos, então chamei muito no WhatsApp, chamei muito no Messenger e não recebi nem se quer um retorno tão carinhoso quanto o que eu dei. Eu ainda estou aprendendo a lidar com pessoas, é um processo que nunca termina, mas andei cansando muito de gente assim, que não se importa, não se apega. Eu aprendi desde nova que é bom ter sentimentos, e eu quero gente assim por perto. 


15. Fazer sem esperar nada em troca.

16. Tomar mais cafés com pessoas legais.

Quantos cafés tomei nesse ano de dois mil e dezesseis? Inúmeros, mas consigo me lembrar dos rostos mais incríveis e das almas mais lindas sentadas ali do outro lado da mesa, com a boca tapada pela xícara e os olhos me encarando enquanto conto uma história absurda. Esses momentos compartilhados foram os momentos que fizeram meu ano valer a pena, e não é a toa que escolhi a imagem abaixo para ilustrar esse tópico: essa foto foi tirada em São Paulo, num café com cheiro de canela, acompanhada pela Stephanie Noelle do blog Chez Noelle e da Sally do She and Sally, duas pessoas maravilhosas que meu trabalho me proporcionou conhecer. 



Agora sim, finalmente, deixo 2016 para trás e escrevo meu 2017 acompanhada por vocês. ♥

comentários pelo facebook:

1 comentários:

  1. É verdade 2016 foi um ano bastante difícil, mas eu penso que quando você se agarra a coisas boas que você pôde fazer por você mesmo, o ano se torna menos desagradável, as lembranças boas ficam e você se sente mais realizado em ter amadurecido e conhecido mais! ♥

    Sorriso de Vida Blog

    ResponderExcluir