03/08/2016

Look Calça Jogger de Moletom + Adidas e Jaqueta de Couro Fake


Em agosto retornei para a rotina da faculdade, estou fazendo aulas na parte da manhã, o que teoricamente me deixaria com bastante tempo livre para trabalhar no blog e no canal. É claro que na prática não é exatamente assim, pois sempre surgem os imprevistos, trabalhos extras, alguns eventos e por aí vai! Mas enfim, o que eu queria falar aqui mesmo, são sobre algumas ideias e debates que já surgiram com esse começo de semestre.




Em meio a essas apresentações embaraçosas e cronogramas de trabalhos e avaliações, surgiu uma questão que me fez refletir um pouco de uma maneira geral: senso crítico sobre outras pessoas. Tem muita gente por aí, que entra no curso de moda com uma ideia formada, é como se você apenas cursasse moda para adquirir o direito de julgar o que as outras pessoas estão vestido, dizer o que está 'in' e 'out' e mostrar o quão cool é seu lifestyle. Isso me deixa muito chateada e me faz repensar no tipo de pessoa que eu quero ser, pois em primeiro lugar, eu acho que a gente jamais pode julgar alguém e depois, cursar moda é uma das melhores maneiras de realmente ver o quão lindo é aquilo que diverge, intriga, intimida ou impressiona. Os adjetivos que eu posso citar são inúmeros, entretanto meu ponto é um só: moda não é julgamento.




Estamos em um tempo onde a moda se mostra tão ampla como nunca antes. Temos a maior liberdade de expressão através do vestuário do que já tivemos em toda a história da indumentária, nos vestimos conforme aquilo que vemos, ouvimos, sentimos e apreciamos e não deve haver pessoa na face da terra que pode reprender seu senso de estilo e estética, desde que você não esteja desrespeitando o próximo (muito importante lembrar disso: não desrespeitar ninguém). De uma certa forma, ligo esse senso crítico presunçoso e imaturo diretamente com a falta amor próprio - entre outras coisas mais - em uma simples linha de raciocínio: julgar alguém faz com que pessoas mesquinhas se sintam melhores em relação à elas mesmas. É complicado falar disso tudo, pois quando falamos de comportamento, falamos de pessoas, e me diz outra coisa mais complicada do que o ser humano? Não tem. Buscamos machucar e rebaixar uns aos outros para benefício próprio, quando na realidade isso nos atrapalha. Seria tão mais fácil se nós aprendêssemos desde cedo que cada um é diferente, mas que deveríamos tratar e respeitar todos como iguais ao mesmo tempo em que percebêssemos que não somos melhores que ninguém, só por que consideramos - alguns de nós - nosso reflexo no espelho mais lindo do que os do demais. Deixa eu te contar uma coisa: o espelho reflete tua aparência, tuas ações refletem quem você é. Algumas pessoas parecem não notar isso. 




E talvez você deve estar se perguntado por que eu resolvi falar disso especificamente. Por que quando conhecemos pessoas novas, exploramos um novo território e precisamos constantemente nos lembrar de que mesmo quando sabemos que estamos sendo julgados, precisamos colocar um sorriso no rosto, afastarmos aqueles pensamentos imaturos e mesquinhos que eventualmente podem surgir e mostrar que somos mais do que o nosso reflexo no espelho. Mostrar que nossas ações nos definem e não o que estamos vestindo, mostrar o quão engenhosos, brilhantes, amáveis e mais tantos outros adjetivos podemos ser, sem precisar de uma estampa dizendo isso na nossa camiseta ou o fato de estamos nas cores do ano. E aí temos o outro lado da moeda também, se gostamos de usar tendências, isso não nos classifica como fúteis e frívolos, voltamos novamente para a ideia de que o espelho reflete tua aparência, tuas ações refletem quem você é. 




No look eu visto:

| Calça Jogger: Makai Clothing | Camiseta e Tênis: Adidas | Jaqueta de Couro Fake: M&G Barcelona | Cluth: Forever 21 |


No look de hoje eu busquei conforto na tendência minimalista! Optei por uma cartela de cores super básica, o cinza, preto e branco, porém adorei a ideia de misturar a jogger com peças consideradas mais ousadas e de um estilo mais rocker como a jaqueta e a clutch que tem aplicações de metais, mais pesadas e menos no mood 'sport'. Eu preciso compartilhar também, que essa calça é uma das minhas novas peças preferidas que recebi da Makai por vários motivos: une conforto, estilo, é quentinha e ainda temos inúmeras opções de outfits para usá-la! 
Enfim, gente, o post de hoje é isso! Espero que tenham curtido tanto as fotos, quanto o texto, pois tudo foi feito com muito carinho para vocês. Beijão e ótima semana!

comentários pelo facebook:

5 comentários:

  1. Mariele primeiramente quero dizer que seu look está lindo, bem confortável e estiloso, adorei as combinações. Segundo seu texto diz tudo, eu por exemplo não sigo tendencias, uso o que eu gosto e não ligo para opiniões alheias rs. E como disse "o espelho reflete tua aparência, tuas ações refletem quem você é". Amei esse post, parabéns.

    http://garotascomovoceoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Apaixonada nesse look! Simplesmente.
    E vou comprar uma calça dessas, conforto acima de tudo.

    ResponderExcluir
  3. Mari, que look! Até hoje não tinha conseguido gostar de um look com calça de moletom, mas por esse eu fiquei apaixonada!!! <3

    ResponderExcluir
  4. Que look maravilhoso!! Fiquei apaixonada.

    ResponderExcluir
  5. MARIIIIIIIII, ADOREI SUA COMPOSIÇÃO NESSE LOOK, ESTÁ SIMPLESMENTE DIVINA, AI QUE TUDO ESSA JAQUETA COM A CAMISETA DA ADIDAS, SUPER BACANA, ESSA CALÇA JOGGER CINZA CLARA FICOU UM "MUST" VOCÊ ARRASOU DEMAIS, E OS SUPERSTAR BRANQUINHOS SÃO SHOW DEMAIS, SEM MEIA É CHIQUE TOTAL, CONFORTO ABSOLUTO, AAAAHHH CARAMBAAAAAA, É UMA INSPIRAÇÃO DEMASIADA, AAAAAMOOOOOO, EU VOOOOOUUU MEEEGAAAA EEEEEEEEEEEEXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXPLOOOOOOOOOOOOOOOODIIIIIIIIIIIIIIIIRRRRRRRRRR!!!! VOCÊ É UMA DEUSA, MARI MARAVILINDA!!!

    ResponderExcluir