07/03/2016

Clareamento Dental: Mitos, Verdades e minha experiência


Oi, gente! Tudo bem com vocês? Hoje o papo aqui é sobre um assunto um pouco mais diferente, porém como esse blog também é sobre lifestyle, não vejo motivos para não falarmos sobre ele: clareamento dental. Dias desses andei papeando lá no Snapchat (m_marieli) e comentei que estava fazendo um tratamento assim e logo em seguida duas leitoras aqui do blog vieram me fazer algumas perguntas, pois elas nunca haviam passado por essa experiência que pode ser muito comum para alguns, ao mesmo tempo que para outros, pode criar muitas dúvidas. Resolvi juntar tudo o que o que aprendi sobre o clareamento dental com o dentista Dr. Bernardo Zen e mais algumas dúvidas que tive após minha consulta (e as solucionei nesse site aqui) e falar sobre mitos e verdades desse tratamento!
(Obs.: aqueles dentes azuis do gif são meus, ganhei de presente do Dr. Bernardo e não pude deixar isso passar em branco, porque não são todas as pessoas do mundo que tem um assim. Isso é muito legal. Enfim, só para descontrair mesmo.)


São muitos os mitos que giram em torno do clareamento dos dentes, na realidade você não tem a necessidade de esperar que os dentes estejam manchados ou escuros demais para optar pelo tratamento de clareamento, desde que se sinta incomodado com a cor deles. Existem dois tipos de métodos diferentes, mas não existem tratamentos mais ou menos eficazes. Todos os tipos de clareamento seguem o mesmo princípio: a ação de um gel (peróxido de hidrogênio ou carbamida) em diferentes concentrações, que libera oxigênio, e este altera a cor do dente. Esse gel utilizado no procedimento não é abrasivo nem enfraquece os dentes, porém quanto maior a sua concentração, mais rápido pode ser o clareamento. É bacana sabe que em concentrações muito altas, ele pode queimar as mucosas e justamente por isso você deve sempre procurar um dentista para acompanhar o processo.


O tratamento que eu optei indicado pelo Dr. Bernardo Zen foi o chamado de "caseiro", pois você mesmo aplica o gel nas moldeiras de silicone em casa. Para apresentar resultados, o tratamento caseiro demora um pouco mais do que o realizado em consultório, porém ele é menos agressivo e causa menos sensibilidade aos dentes. Para ser bem sincera, logo na segunda aplicação eu conseguia ver uma diferença na tonalidade dos meus dentes, e 30 dias depois, aplicando o gel à 6% nas moldeiras, fiquei muito feliz com o resultado!


Para fazer a moldeira, você precisa procurar um dentista que irá tirar o molde de seus dentes, e dentro de alguns dias ele te entrega as moldeiras prontas que se encaixam perfeitamente nos seus dentes! Normalmente você já adquiri o gel necessário para o tempo de tratamento com o seu dentista. Lembrando que o resultado é subjetivo. Cada paciente responde ao tratamento de forma diferente. E também vale ressaltar que não existe tratamento em sessão única. É só estratégia de marketing de mal gosto. :(

Alimentação: Recomenda-se evitar alimentos pigmentados durante o tratamento, então você passa alguns dias sem café (o que senti mais falta, com certeza), refrigerante, beterraba e outras coisas muito coloridas. Bom, é por uma boa causa!


Um mito que me incomoda muito sobre tentar clarear os dentes em casa são as pastas de dente que usam a expressão whitening (branqueamento) na embalagem. Elas não têm o mesmo mecanismo de ação que os clareamentos de consultório e caseiro. Essas pastas contêm partículas abrasivas que removem a camada superficial do esmalte junto com as manchas mais superficiais. Com a remoção contínua de esmalte, devido ao uso prolongado, a dentina, que é a camada abaixo do esmalte e é mais amarelada, fica mais visível, deixando o dente, por conseguinte, mais amarelado.

Podemos falar de outro mito quando falamos da expressão over the counter drugs, no inglês é utilizada para se referir a remédios que são vendidos sem prescrição médica. Ou seja, são aqueles que você acha nas prateleiras de qualquer farmácia, supermercado ou loja de conveniência. Logo, os produtos clareadores OTC também são facilmente encontrados e vendidos. Esses produtos, ao serem administrados sem cautela, podem causar problemas ao indivíduo como erosão do esmalte. Os produtos OTC contêm moldeiras pré-fabricadas que podem extravasar o gel (alguns de alta concentração) para a boca, podendo causar sensibilidade dentária e irritação gengival. Além disso, alguns deles vêm com pasta de dente clareadora que possui dióxido de titânio que é um pigmento branco e pode dar a aparência temporária de dente branqueado.


Então se você procura clarear seus dentes, ficar com um sorriso mais claro, procure um dentista que vai te acompanhar no processo, que não vai prejudicar a sua saúde bucal e ainda te apresentar um resultado eficaz e que vai te satisfazer! Como comentei antes, o meu tratamento foi acompanhado pelo Dr. Bernardo Zen de Novo Hamburgo, ele tem um consultório próximo da minha casa e super indico o trabalho dele, pois confio muito neste. 

Consultório Dr. Bernardo Zen
Endereço: Rua Rincão, 880, Bairro Rincão, Novo Hamburgo/RS. 
Telefone para contato: 51 3586-5647 

Eu já acabei meu tratamento e estou super feliz por não ter ficado com os dentes sensíveis (coisa que me incomoda muito! E você, já fez algum clareamento? Me conta aí nos comentários se seus dentes ficaram sensíveis e como foi o processo! Qualquer dúvida vocês podem deixar abaixo, tenham uma ótima semana!

comentários pelo facebook:

3 comentários:

  1. Adorei o post Mari, ficou bem explicado, mto bom

    Bjss

    Linda Menina

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari! Adorei o post, foi bem útil pra mim.
    Faz muito tempo que quero que quero fazer clareamento, mas ia sempre adiando por causa desses vários mitos... Vou procurar a minha dentista e falar sobre isso!
    Beijos!
    blog Não Tão Pop

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca cheguei a fazer o clareamento não, mas a mãe de uma colega minha disse que fez mas que deixa os dentes muito sensíveis.


    http://idealizandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir