04/09/2013

Um bom café, e um bom livro.


Eu amo John Green. E ele está acabando com a minha vida emocional. Isso é fato.
Sempre gostei muito de ler, e sempre tive o abito da leitura. Quase não tenho muito tempo livre, mas sempre consigo encaixar uma hora de leitura entre a manha e a tarde. E de longe o John foi o primeiro autor por quem eu me apaixonei. Tanto que comprei todos os livros traduzidos para o português existentes dele até hoje.

Então vamos ao assunto! Vou falar de "O Teorema Katherine". Sinceramente o livro é como um salvador de vidas! É isso mesmo! O livro te faz dar umas boas risadas com o Colin Singleton  e o seu  Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que acaba por não ser tão genial assim! Mas eu pude rir realmente das situações que ele passa ao decorrer da história com o Hassan, seu amigo louco porém engraçadíssimo e a Lindsay, uma menina super inteligente que mora em uma cidade pequena do interior! E o final não deixa a desejar, é uma comédia com toques de romance na medida certa. 

Alguns podem acreditar que toda essa coisa da matemática no livro seja irritante, porém eu, mesmo que detestando a matéria, me diverti muito com todas as menções.
Eu adorei Hassan com todas as suas tiradas e a meu ver muitas vezes ele rouba a cena do personagem principal o que não é nada ruim, pois ele é engraçado e cativa o leitor desde a sua primeira aparição!O Teorema Katherine, não trata apenas de um livro com menções matemáticas e uma incrível coincidência de uma determinada pessoa ter namorado 19 meninas com o mesmo nome. Trata de uma história divertida, recheada de reflexões que fazemos ao longo da leitura sobre relacionamento, comportamento, sonhos, desejos e muito mais! Como todos os livros do John Green, ele te faz perambular por ai e pensar sobre toda a sua vida e tudo o que você já fez/não fez nela. E é isso que eu amo nele! 


comentários pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário